Poesia

Data: 24/05/2018 | De: José Pedro Rodrigues Gonçalves

RADIOGRAFIA

Recebi o Raio X
da raiz
do teu braço direito,
uma parte da entranha
tão estranha
de teu corpo tão perfeito.
Radiografia
da omoplata direita,
transclavicular,
quase, por pouco,
não apanha um pedaço
de teu colo na visada,
mas o teu recato
no retrato,
Raio X,
foi infeliz
e deixou pelo meio
o teu seio
que eu queria;
na radiografia
só veio
a articulação.
O coração ficou contigo.


Novo comentário